Biobibliografia


RODERICK NEHONE é o meu pseudónimo literário. Chamo-me Frederico Manuel dos Santos e Silva Cardoso.

Nasci em Luanda, Angola, às cinco e trinta de 26 de Março de 1965, na maternidade Vieira Machado (hoje Lucrécia Paim), na antiga freguesia de Sagrada Família. Meu pai, Frederico da Silva Cardoso, agora reformado, foi Enfermeiro-Chefe do antigo hospital São Paulo, hoje Américo Boavida. Minha mãe, Augusta Porfírio dos Santos Cardoso, foi costureira e pasteleira, estando agora reformada desses trabalhos que outrora realizava em casa.

Estudei a primária no colégio José Estevão, em Luanda, no Bairro Precol e os primeiros dois anos da secundária na Escola Preparatória Emidio Navarro, hoje Ngola Mbandi.

Em 1977 fui escolhido para integrar o primeiro grupo de alunos do ciclo preparatório que foi para a Ilha da Juventude, Cuba, dar continuidade aos seus estudos.

Licenciei-me em Direito pela Universidad Central de Las Villas, na cidade de Santa Clara, na República de Cuba em Julho de 1989.

Fui docente na Universidade Agostinho Neto de 1991 a 2004. De 1990 até à presente data tenho exercido funções nos mais diversos níveis ao serviço do Estado angolano.

Sou Vice-Presidente da União dos Escritores Angolanos.

Datam de 1982 os meus primeiros poemas e continuei escrevendo até ter decidido, estando já em Angola, enviar uma selecção dos meus poemas ao Prémio António Jacinto de Literatura de 1996, concurso que ganhei com o meu poemário intitulado Génese. Génese é a minha primeira obra publicada. Ainda em 1996 concorri e venci o Prémio SONANGOL de Literatura com os meus contos “Estórias Dispersas da Vida de um Reino”. Voltei a concorrer ao mesmo prémio SONANGOL em 1998 e o meu romance “O Ano do Cão” foi a obra vencedora.

Nos anos seguintes publiquei as seguintes obras:

- Peugadas de Musa (Poesia), 2001.

- Tempos sem Véu (Romance), 2003.

- Uma Bóia na Tormenta (Contos), 2008.

- O Catador de Bufunfa (Novela), 2012.

Numa outra dimensão da minha escrita literária decidi criar um herói infantil, o primeiro super-herói angolano, Kid Kamba, que coadjuvado pelos seus amiguinhos Vento-Lento, Fogo-Feio, Água-Brava, Terra-Plena e o cão Kambacito, travam uma luta sem quartel contra a dupla de malfeitores, Vipéria e Purgator, fazendo com que apesar das adversidades os defensores do Bem acabem sempre por vencer as forças do Mal. Assim surgiu a colecção “As Aventuras de Kid Kamba”, no âmbito da qual estão já publicados os seguintes títulos:

- Kid Kamba recupera o quadro roubado.

- Kid Kamba liberta a kianda e salva Luanda.

- Kid Kamba na TV.

- Kid Kamba no dia em que Luanda ficou sem petróleo.

Tenho textos em poesia ou em prosa publicados nas seguintes colectâneas ou antologias:

  • “Todos os sonhos”, Antologia da Poesia Moderna Angolana, de Adriano Botelho de Vasconcelos, União dos Escritores Angolanos (UEA), 2005.

  • “Entre a lua, o caos e o silêncio: a flor”, Antologia da Poesia Angolana, de Irene Guerra Marques e Carlos Ferreira, 2011.

  • “Caçadores de Sonhos”, Colectânea do Conto Angolano, de Adriano Botelho de Vasconcelos, Neusa Dias e Tomé Bernardo, União dos Escritores Angolanos (UEA),2005.

  • “Conversas de homens no conto angolano”, Breve Antologia 1980/2010, de António Quino, União dos Escritores Angolanos, 2011.

  • “Balada dos Homens que sonham”, Breve Antologia do Conto Angolano (1980-2010), de António Quino, União dos Escritores Angolanos (UEA), 1ª Edição 2011,2ª Edição 2012.

  • “Estórias além do tempo”, 42 estórias contadas por escritores angolanos, União dos Escritores Angolanos e Texto Editores, 2014

  • “Kad bi zivot bio takav”, Antologija Angolske Price, de Priredila e Domingas de Almeida, Belgrado, 2011.

  • As if living was like that”, Anthology of the Angolan Tale, de Domingas de Almeida, Jerusalem, 2011.

Algumas das minhas obras foram traduzidas para o inglês, espanhol, francês, alemão, servo-croata e hebraico.

Falo português, espanhol e inglês.

Pessoas com quem me cruzei

Abraham Lincoln

Contactos